Quais são os spin-offs de “Game of Thrones” que afinal vão avançar?

Muitos têm sido os rumores sobre a continuação em televisão do universo criado por George R. R. Martin. Estas são as séries que neste momento podem ter uma hipótese de ver a luz do dia.

  • Post author:Beatriz Caetano
  • Reading time:7 mins leitura
You are currently viewing Quais são os <i>spin-offs</i> de “Game of Thrones” que afinal vão avançar?
HBO MAX

“Game of Thrones” chegou ao fim há cinco anos, mas o universo criado por George R. R. Martin parece estar longe de terminar graças aos spin-offs previstos para os próximos anos. Porém, entre o anda e não anda, o que vai realmente estrear na televisão?

A primeira incursão após o sucesso da adaptação dos livros “A Songo of Ice and Fire” foi “House of the Dragon”. Este spin-off revelou-se ao mundo em Agosto de 2022 e conta a história da guerra civil Targaryen conhecida como Dança dos Dragões que pôs fim aos seres sobrenaturais que causavam admiração e receio em simultâneo. A série é baseada no livro “Fire and Blood” e tornou-se um sucesso, depois de a sua predecessora ter terminado com uma nota negativa junto dos fãs. A 2ª temporada deverá chegar aos pequenos ecrãs este Verão.

“A Knight of the Seven Kigdoms: The Hedge Knight”

Está confirmada a produção de “A Knight of the Seven Kigdoms: The Hedge Knight”, cujas gravações deveriam começar em breve, após terem sofrido atrasos devido às greves em Hollywood. Contudo, ainda sem elenco anunciado ou uma data de estreia prevista, é difícil prever quando (e se) de facto a produção estará terminada e pronta a servir.

Baseada nos livros “Dunk and Egg”, a aposta de Steve Conrad acompanha dois improváveis heróis que vagueiam por Westeros – Ser Duncan the Tall, um jovem ingénuo, mas corajoso cavaleiro, e o seu pequeno escudeiro, Egg. George R. R. Martin é um dos produtores executivos.

a knight of the seven kingdoms, prequela de game of thrones da max
Ilustração da prequela de “Game of Thrones”, “A Knight of The Seven Kingdoms: The Hedge Knight” | HBO/MAX

A Conquista de Aegon I

Uma das mais recentes notícias referentes ao universo de “Game of Thrones” é a possível luz verde dada ao spin-off focado na conquista de Westeros por Aegon I Targaryen, o homem que forjou o Trono de Ferro e se sentou nele durante 37 anos, três séculos antes dos acontecimentos da série-mãe. Pouco ou nada se sabe ainda, à parte de que será Mattson Tomlin o responsável pelo argumento, de acordo com o The Hollywood Reporter.

Aegon e as irmãs – e também mulheres – Visenya e Rhaneys reuniram cavaleiros, grandes e pequenas Casas e os seus dragões para vergar o joelho dos reis de Westeros sob o seu comando, unificando num só reino o que antes eram sete. Foram bem-sucedidos em tudo, menos numa coisa: subjugar Dorne.

Ilustração da Conquista de Aegon criada pelo utilizador LannisportLoser em Thegreatgame Wiki

“10,000 Ships”

Outra prequela prevista dá pelo nome de “10,000 Ships”, decorrerá mil anos antes de “Game of Thrones” e vai acompanhar uma das lendas mais badaladas de Westeros: a fundadora de Dorne, a princesa Nymeria (lembrar-se-ão que a loba de Arya Stark dá por este nome). Esta é outra produção sobre a qual pouco se tem falado, tendo sido revelado que Amanda Segel, argumentista de “Person of Interest”, deverá desempenhar o mesmo papel nesta série.

Dorne em “Game of Thrones” | HBO MAX

“The Sea Snake”

Ainda no tópico mar está “The Sea Snake”, uma ideia que surge depois da estreia da personagem Corlys Velaryon (Steve Toussaint) em “House of the Dragon”. Do sangue antigo de Valíria, Corlys é um conhecido guerreiro naval nos seus tempos áureos e é sobre isso mesmo que a prequela se irá debruçar.

O guião do primeiro episódio é assinado pelo criador de “The Mentalist”, Bruno Heller, que já tinha abordado a HBO relativamente a uma prequela sobre a Rebelião de Robert, o período em que Robert Baratheon e Ned Stark se revoltam contra os Targaryen, especificamente o Mad King, Aerys II. Embora não circule qualquer tipo de informação sobre esta ideia, sabe-se que “The Sea Snake”, também apelidada de “Nine Voyages” será uma série animada, como confirmado pelo próprio George R. R. Martin no seu blog.

Steve Toussaint no papel de Corlys Targaryen em House of the Dragon, spin-off de game of thrones
Steve Toussaint no papel de Corlys Targaryen em “House of the Dragon” | HBO MAX

The Golden Empire

Também na categoria de série animada estão outros dois projectos, incluindo um sobre a dinastia Yi Ti de Essos. Neste caso, os pormenores são ainda mais escassos ou até mesmo inexistentes, já que não foram revelados nomes associados à produção ou algum tipo de sinopse.

Sequela focada em Jon Snow

Um dos primeiros rumores a surgir após o fim de “Game of Thrones” foi uma possível sequela focada em Jon Snow. Segundo George R. R. Martin, a ideia partiu do actor Kit Harrington, que deu vida à personagem ao longo das oito temporadas, e a produção, que está em desenvolvimento, tem o nome provisório de “Snow”.

Jon Snow termina “Game of Thrones” com a decisão de regressar à Patrulha da Noite e abdicar do que é seu por direito: o Trono de Ferro, já que ele é, na verdade, Aegon Targaryen, filho de Rhaegar e Lyanna Stark.  

Kit Harrignton como Jon Snow em "Game of Thrones"
Kit Harrignton como Jon Snow em “Game of Thrones” | HBO MAX

Os spin-offs de “Game of Thrones” que oficialmente nunca vão ver a luz do dia

Esteve em cima da mesa a possibilidade de uma série focada em Flea Bottom, a zona de King’s Landing que alberga milhares de pessoas – de moços de estrebaria a prostitutas, ferreiros ou Ser Davos Seaworth, por exemplo. Porém, a ideia foi descartada e a série cancelada antes de ter alguma possibilidade.

“Bloodmoon” foi outra aposta que até chegou a ter o piloto gravado, mas acabou por levar o carimbo vermelho. Casey Bloys, responsável pelo conteúdo da HBO, referiu que, embora o episódio não fosse mau, «precisava de muito mais invenção».

Contava no elenco com Naomi Watts, Jamie Campbell Bower e Naomi Ackie, e com Jane Goldman, argumentista veterana da Marvel, responsável pelo guião. Decorria durante a Era dos Heróis, oito mil anos antes dos acontecimentos de “Game of Thrones”.

Naomi Watts no spin-off de game of thrones, Bloodmoon
Naomi Watts em “Bloodmoon” | X @FILMY_HYPE

Deixe um comentário